Copy
News #3: O tal do curriculum vitae!
Ver no navegador

Feliz dia do trabalhador! <3
Como eu amo esse dia! Meu dia favorito. :)

Antes de começar, queria dizer que o parabenizo, mesmo diante de toda situação adversa que nosso país vem enfrentando no quesito trabalho e valorização do trabalhador. Quero dizer que busco fazer minha parte com você, tentando te mostrar que você tem valor, que não merece ser vítima de abuso de chefe ruim e que, com humildade e foco, você pode sim escolher condições melhores de trabalho. Pode sim se sentir mais feliz e mais você. 
 

Agora, me diz:
Como estão as coisas por aí?

 
Nessa semana que passou, rolou a primeira oficina de currículo online da vida! A primeira de muitas, eu espero, pois o feedback foi super positivo e eu estou MUITO satisfeita com o aproveitamento que a galera teve, em todo conteúdo! Consegui tirar dúvidas específicas ali, na hora, o que foi uma experiência muito incrível para mim e para quem estava lá comigo, online e com amor!

Um dos assuntos abordados com detalhes foi a carta de apresentação. Esse documento, além do currículo, tem sido solicitado em várias empresas e, fora do Brasil, em vários países, a carta já é documento padrão na hora de se candidatar para uma vaga.

A grande importância desse documento se dá por diversas razões, como, por exemplo, uma forma do leitor conhecer você além das experiências profissionais que estarão no CV. Para mim, ela é, principalmente, uma forma do candidato demonstrar o quão interessado está naquela vaga ou empresa. A carta é a forma do candidato gerar conexão com o recrutador ou gestor da área da vaga concorrida e a porta de entrada e sua forma de chamar a atenção de quem lê, fugindo das candidaturas padronizadas.

Gerar conexão é uma coisa muito importante nos dias de hoje! Em tempos de internet, smartphones e redes sociais, quem se aproxima mostrando que tem foco e de forma personalizada, certamente será percebido! Claro que isso não garante a vaga, como nada nessa vida é garantido, porém, tenha certeza que suas chances irão aumentar se, para cada vaga que você aplicar, você escrever uma carta de apresentação no corpo do e-mail, anexando seu CV.

Digo que a carta deve ser escrita no corpo do e-mail para que o destinatário já seja fisgado desde o começo, além de que, nesse mundo imediatista que estamos vivendo e pelo tempo curto que os recrutadores têm para olhar todos os e-mail, um documento anexo a menos para clicar é lucro!

A seguir, deixo uma estrutura basica com instruções para a sua carta de apresentação! Lembrando que, como sempre, o autoconhecimento é a ferramenta número #1 para que essa carta seja muito bem escrita e desenvolvida. Além disso, vai exigir que você faça uma pesquisa sobre a empresa e tenha lido muito bem a descrição da vaga.

1.Cumprimento personalizado
Gerar aproximação ao chamar pessoa pelo nome, dar bom dia/ tarde/ noite e dosar o nível de formalidade de acordo com a empresa e com a vaga.

2.Breve apresentação
Quem é você, de onde é e, com base no que leu sobre a vaga, empresa e/ ou da pessoa, tente atrair a atenção do leitor destacando suas características que possam ser relevantes.

3.Razão pela qual está escrevendo
Pode ser uma vaga aberta, interesse na empresa em específico, trabalhar em determinado departamento, uma indicação, etc. O que te fez entrar em contato? É aqui que você conta isso.

4.Razão pela qual escolheu aquela empresa
Usar o autoconhecimento, valores pessoais x valores da empresa, seu perfil x perfil da empresa ou a admiração pelo negócio/ pessoa/ serviços/ produtos.

5.Como pretende contribuir
Não só no sentido técnico (que você já explorou anteriormente), mas com relação ao seu propósito como profissional.

6.Despedir-se
Finalizar agradecendo pela oportunidade do contato, mesmo que nunca tenha falado com a pessoa dizendo que seu currículo segue anexo para análise e que está à disposição para uma entrevista.


Pronto! A estrutura básica é essa, lembrando que você é livre para adicionar ou retirar o que achar melhor.

Ah, vale dizer que, para saber o nome da pessoa e o e-mail para qual vai enviar, se você já não tiver a informação, vai ter que fazer uma pesquisa e dar uma "stalkeada" no Linkedin, buscando pelo recrutador da empresa em questão.

Você pode usar esse modelo também para entrar em contato com profissionais, pois ele mostra que você sabe o que quer, que conhece seu perfil profissional, seus valores e como eles se encaixam naquela vaga e/ou empresa, mostrando também como pode contribuir.

Sei que é um pouco difícil, mas espero que com esses dados você consiga, pelo menos, ter um norte de como fazer uma boa carta de apresentação. E não se esqueça de colocar energia e amor na hora de fazer as pesquisas, escrever e enviar. Sempre, sempre, sempre vou bater nessa tecla:

A energia que você coloca é a energia que você terá de volta! 

Se você achar que esse conteúdo pode ser útil para alguém, por favor, compartilhe sem dó! Quanto mais gente souber como fazer contatos profissionais e arrasar nas candidaturas, melhor!

E claaaaaro, se isso der certo pra você, me conta, né?

Beijos e beijas,

Raquel Tetti :)

Obs1: esse e mais conteúdos serão exploradíssimos na minha Oficina de Currículo. A primeira edição já foi, mas se você tiver interesse em participar das próximas turmas, responde esse e-mail dizendo, ok?

Obs2: Se você tem alguma dúvida, quer conversar sobre o assunto ou só falar o que pensa, pode responder o e-mail! Vou adorar ouvir você, até se você discordar de mim.

Obs3: Se você tiver alguma sugestão de tema, fique à vontade para falar!

Obs4: Acompanhe mais dicas pelo meu site e redes sociais. Os links estão nos ícones abaixo.
Facebook
Instagram
Twitter
Site
Quer mudar a forma como recebe meus emails?
Você pode atualizar suas preferências aqui!

Não quer mais receber essa news maravilhosa?
Você pode se descadastrar da lista aqui!

Copyright © 2017 Raquel Tetti Coaching, All rights reserved.