Copy
News #1: Crise ou oportunidade?
Ver no navegador

Ei, <<Nome>>!


Como estão as coisas por aí?

Antes de começar a conversa toda, quero te explicar por qual razão você está recebendo esse e-mail. Seguinte: em algum momento dessa vida louca e linda você se inscreveu em algum curso, webinar ou entrou em contato comigo para saber do meu trabalho como coach de carreira. Tomei a liberdade de te incluir na minha lista de conteúdo, acreditando que você possa aproveitar minhas dicas, devaneios, palpites, novidades, promoções, etc.

Caso você não queira mais receber meus e-mails, tudo bem, sem crise! Aqui embaixo você pode cancelar sua inscrição. Mas fica, vai ter bolo! Mentira, não vai, mas o conteúdo é de primeira. ;) 

Agora vamos ao que interessa! A newsletter desse mês tem assunto polêmico para te ajudar a mudar a forma de pensar sobre o tema de uma vez por todas e, quem sabe, transformar o ano todo que ainda temos pela frente.

Ninguém tem dúvidas que 2016 "travou o Nintendo" de muita gente, certo? A palavra CRISE deveria ter sido trending topic no Twitter, de tanto que eu ouvi falar. Foi crise econômica, crise existencial, crise psicológica, crise de ansiedade e por aí vai.

Falando como alguém que passou por 100% das citadas acima, quero dividir alguns aprendizados importantes que a crise econômica, em especial, me trouxe. Com ela muitas empresas começaram a cortar custos e demitir pessoas, não promover, não aumentar salário, sobrecarregar os funcionários que ficaram, etc.

Claro que não é fácil, nem legal ficar sem emprego, sem salário, sem perspectiva, se sentindo inútil e sufocado pelas contas que não param de chegar - e aumentar, porém, a crise nos deu a oportunidade de questionar algumas coisas positivas. Como:

Será mesmo que tenho que continuar nessa profissão que nunca gostei?
Por consequência das demissões, possíveis desvalorizações e sobrecarga de trabalho sem retorno financeiro para isso, as pessoas começaram a questionar se tinham mesmo que continuar se ferrando por algo que não trazia nem uma alegriazinha. Falando abertamente: se você já está se ferrando em algo que não gosta, que tal se ferrar por algo que você gosta?
Aqui, a crise pode ser a oportunidade para diminuir o medo de tentar algo novo, algo que você sempre quis tentar, mas a "estabilidade" sempre falou mais alto. Desde começar seu próprio negócio, até mudar de área, de curso e de empresa, isso se torna mais possível do que antes.


O que mais posso fazer para ganhar dinheiro?
A necessidade faz a pessoa, né? Pensando em complementar a renda, muitos começaram a expor talentos que estavam escondidos e a entender que qualquer coisa que se saiba fazer é válida sim senhor! Aqui, a crise pode ser a oportunidade de descobrir novos talentos e diminuir a ansiedade de ficar sem grana, uma vez que você pode ter várias alternativas antes de declarar que é o fim. Além disso, nos força a usar a criatividade e pensar fora da caixinha, além do tradicional e convencional. 

Com essa crise muitos problemas estão surgindo, o que posso fazer de diferente para me dar bem?
O que não tem faltado é problema para resolver, certo? Pensando que trabalhar é resolver problemas, tem trabalho de sobra pra ser feito. Aqui, a crise pode ser a oportunidade de criar um novo negócio e aproveitar a grana da recisão para empreender ou criar uma solução para a empresa que você trabalha e inovar, fazer diferente, se destacar positivamente dentro da sua equipe.

Além de tudo isso, as empresas começaram a observar os candidatos muito mais pelo quanto eles vestem a camisa e estão compatíveis com o perfil e valores da organização, uma vez que precisam de colaboradores que darão conta do recado com vontade. Então, aqui, a crise pode ser a oportunidade para você ser quem você realmente é e escolher uma empresa ou negócio que tenha a ver com você.


Então, para o resto do ano, te convido a ver a crise como uma oportunidade de reformular, se encontrar, se questionar, buscar o que parecer fazer mais sentido e usar todos os seus recursos, cada pedacinho de você para mudar sua realidade, em qualquer âmbito da sua vida. Sei que as oportunidades são diferentes de pessoas para pessoa, realidade para realidade, mas é universal o fato de que só reclamar não vai mudar nadica de nada.


É tempo de recomeçar, combinado?

A gente sabe que depois dos "infernos astrais" da vida, sempre vem um período de melhora, mesmo que essa melhora seja aprender algo novo e sair mais forte da situação toda. Então vamos usar todos os nossos erros, problemas e crises de 2016 como oportunidades de mostrar para 2017 quem é que manda nessa bagaça e pensar de forma mais positiva. Parece clichê, mas tem poder, migos.

Até março (todo dia 1o de cada mês tem falação) e obrigada por ler até aqui, essa minha estréia e esse que é, também, o meu recomeço.

Estamos juntos, em carne e osso, em sermos humanos. Então, conte comigo para te ajudar com a sua carreira e as crises que chegam com ela.

Beijos e beijas,

Raquel Tetti :)


Obs1: Se você tem alguma dúvida, quer conversar sobre o assunto ou só falar o que pensa, pode responder o e-mail! Vou adorar ouvir você, até se você discordar de mim.

Obs2: Se você tiver alguma sugestão de tema, fique à vontade para falar!

Obs3: Acompanhe mais dicas pelo meu site e redes sociais. Os links estão nos ícones abaixo.
Facebook
Instagram
Twitter
Site
Quer mudar a forma como recebe meus emails?
Você pode atualizar suas preferências aqui!

Não quer mais receber essa news maravilhosa?
Você pode se descadastrar da lista aqui!

Copyright © 2017 Raquel Tetti Coaching, All rights reserved.